sábado, 27 de novembro de 2010

Um Emmy para Portugal

Senhoras e senhores, o último vencedor dos emmys para a categoria de telenovelas é português. Sim, pode parecer muito estranho mas uma novela da TVI foi premiada nos EUA como a melhor telenovela do ano. Esta produção concorria com outras das filipinas e da argentina mas a portuguesa saiu como vencedora. Apesar desta distinção, o maior destaque foi outro, o decote da "dotada" Rita Pereira. Este foi o primeiro galardão deste género para Portugal mas o vídeo da actriz é que tem corrido o mundo, pois em menos de uma semana tem já bem mais de meio milhão de visualizações no youtube, ei-lo.

video


Não quero deixar passar ao lado esta maravilhosa conversa entre a jornalista e a actriz portuguesa, em que a Rita Pereira se mostra muito orgulhosa por duas razões, primeiro pelo prémio e em segundo lugar, não menos importante que o primeiro, as suas protuberâncias não terem sido feitas pelo bisturi mas sim pelos seus ricos pais. Para além desta fantástica conversa fica em retina a passagem daquele homem à volta dos cinquenta segundos que fica pasmado, sim pasmado, a olhar para as glândulas mamárias da actriz. Para além de tudo isto, acho extremamente curioso o elogio à pessoa que desenhou o vestido pois o maior relevo é mesmo a falta dele.
Na minha opinião, estes preparos não têm o mínimo de decência para esta cerimónia, tanto é que o destaque maior vai mesmo para ela, sendo que este vídeo foi publicado e comentado em língua inglesa e lá está, apenas transmitimos a imagem verdadeira, estamos num pais que para se ter destaque é preciso ser exibicionistas.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Viva à liberdade!


Como é de conhecimento de todos, uma professora de Expressão Musical nas Actividades Extracurriculares de Mirandela posou para a Playboy, e como nós vivemos numa sociedade extremamente livre, a professora Bruna Real foi afastada dos alunos como que duma pessoa com uma doença contagiosa e perigosa se tratasse. Para além disto, esta professora não mais será contratada pela Câmara Municipal, sendo que agora Bruna trabalha no arquivo municipal. Trocando por miúdos, Bruna Real foi despedida e para não parecesse mal foi reencaminhada para o arquivo.
Sinceramente acho que a professora foi imprudente e sobretudo, não pensou das consequências que podiam advir do seu acto muito pouco ético. Sim o acto é muito pouco ético mas na verdade ela podia fazê-lo e certamente que a recompensa monetária que recebeu da empresa em questão não foi pequena, no entanto a professora tinha de saber que iria ter problemas com os pais e como é óbvio iria ser alvo de ataques por parte dos alunos. Contudo, Bruna Real apenas fez um trabalho profissional em que neste constava a captação de fotografias em que esta encontrava-se desnuda, suponho que no contrato com a Câmara Municipal de Mirandela não constava os direitos de imagem da professora, por isso esta era livre de o fazer.
Na minha opinião, desde que Bruna Real conseguisse manter o respeito com os seus alunos e que as aulas continuassem com o ritmo natural não acho que a Câmara devesse ter actuado pois ela não tem peçonha (adoro este termo), existem casos bastante piores e em que não se tomam medidas, existem variadíssimos professores que são violentos com os alunos ou o contrário, e também são alvo de chacota, alguns casos são públicos e não é normal tomarem medidas tais como a que tomaram com Bruna Real.
É engraçado viver num país em que o casamento homossexual é legal e uma professora posar para uma revista masculina é motivo para ser afastada da escola e dos alunos.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

A visita de Bento XVI

Hoje é dia 12 de Maio e como tal preparo-me para amanhã ficar em casa a fazer nada pois Portugal está a ser visitado pela Sua Santidade, o Papa Bento XVI e o estado português lembrou-se que seria uma bela ideia fazer tolerância de ponto para a função pública. É verdade que até sabe bem ficar em casa e não trabalhar mas acho engraçado que o governo que proibiu ter nas escolas sinais religiosos, desde crucifixos ou mesmo imagens de Cristo, declarar tolerância de ponto porque Bento XVI está de visita a Portugal. Esta tolerância é muito má pois, Portugal vai parar durante um dia. Caso os devotos quisessem ir ver o papa, poderiam sempre utilizar um dos seus dias de férias, mas pelos vistos, a crise não existe. Já para não falar que a tolerância de ponto poderá vir a ser utilizada em favor do governo, do género, "ei, o governo é que é fixe, até nos dá tolerâncias de ponto!"
A visita do papa tem sido muito criticada pela sociedade, pois dizem que estamos numa época de grande crise económica e que se está a gastar muito dinheiro para apenas receber o líder máximo da Igreja Católica.
Não consigo perceber como é que conseguem criticar esta visita, é um facto que os media têm dado muitíssima atenção a tudo isto mas têm que ver que noutras ocasiões é igual, os meios de comunicação apenas procuram ter audiências ou vender mais. Na minha opinião, seria motivo de orgulho, para qualquer religião que possam professar, o facto de o líder de uma das maiores religiões visitar Portugal. É verdade que foi investido bastante dinheiro mas também é verdade que uma parte deste irá ter retorno pois haverá grande visibilidade de Portugal e grande parte do investimento é devido a donativos dos fiéis.
Não critiquem por criticar, apenas para ser do contra pois devia ser motivo de orgulho para qualquer pessoa, seja católico ou hindu.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Sócrates e o seu "pá!"

Hoje ocorreu mais um debate quinzenal na Assembleia da República portuguesa e como de costume, virou mais uma vez num autêntico circo (vídeo em baixo), desta vez o protagonista é o nosso primeiro ministro, José Sócrates.
As cenas ocorridas durante este debate estão a ter um grande destaque na blogosfera e em todos noticiários. Já são normais as conversas azedas entre Francisco Louçã e José Sócrates mas hoje atingiu proporções maiores, onde o nosso primeiro diz «"Manso" é a tua tia pá!». Na linguagem mais brejeira, esta expressão significa que a pessoa a quem é dirigida, terá sido traída pelo seu correspondente e esta é a razão pela qual os meios de comunicação social têm criticado o acto de Sócrates. No entanto eu compreendo perfeitamente a frase do primeiro ministro, ele apenas quis referir aos seus ministros que uma tia das tias de Louçã tem como nome Manso (coisa desconhecida pelos meios de comunicação), qualquer coisa como Maria Francisca Manso. Esta é a razão para a expressão que hoje ficou famosa. Na minha opinião, a única razão pela qual recrimino José Sócrates é o final da fala, pois terminou com um "pá!", onomatopeia que não se apropria para o cargo de tão grande responsabilidade que este representa. Esta situação já não é a primeira ocasião onde o primeiro pronuncia tal onomatopeia, já a tinha referido aquando da assinatura do Tratado de Lisboa, na célebre frase "porreiro pá!".
Por tudo isto, deixem o íntegro e civilizado José Sócrates trabalhar e preocupem-se com a evolução do país seguindo o grande PEC (programa de estabilidade e crescimento) e vamos ficar à espera da próxima aparição do José Sócrates e o seu "pá!", esperando ansiosamente pela conclusão da trilogia dos pás!


video

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Livro de Reclamações

Estava um destes dias no meu estaminé quando de repente entra um cliente que fica extremamente irritado com o serviço aqui no bazar e então, pediu-me o livro de reclamações. Aí eu fiquei escandalizado porque me apercebi que é uma regra em Portugal e que até agora estava fugido à lei.
Tal como vocês sabem, eu sou um homem íntegro e que tento preservar e cumprir a lei, por isso quis segui-la e então implementei no meu estabelecimento um livro de reclamações mas com uma pequena inovação, também podem fazer sugestões para melhorar o funcionamento do Bazar Chinês.
Para terminar, gostava de pedir imensas desculpas pela infracção que estava a cometer desde o dia 29 de Novembro do ano transacto, e claro, vou tentar seguir as vossas sugestões, caso sejam pertinentes, e tentar melhorar a qualidade de atendimento e dos produtos expostos tal como o tipo dos artigos apresentados no Bazar Chinês.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Rainha Leoa em Portugal


É já hoje o regresso a Portugal de uma das bandas musicais do momento, os grandiosos Tokio Hotel.
O delírio entre os fãs, (ups!) AS fãs não surpreende, o engraçado é que estes já se encontram junto do pavilhão atlântico desde o dia 24 de Março. Loucura? Não, claro que não, segundo os pobres coitados que estavam lá acampados, os Tokio Hotel merecem tudo.
Caros amigos, eu sou um grande admirador de Música (o M não é por acaso), e sinceramente, acho que não era capaz de ficar duas semanas acampado à porta do pavilhão só para ficar nas primeiras filas do concerto, fosse qual fosse a banda.
O problema disto é que tudo é autorizado pelos pais. Qual são os pais decentes que deixam menores dormirem por ai, correndo riscos. Apesar disto, a oportunidade de ver uma tentativa de Rei Leão (Bill Kaulitz) a tentar cantar porque na verdade ele não canta decentemente, já para não falar que ele de rei tem pouco, é mais uma rainha, prova disso é o vídeo seguinte.

video

Resumindo, são uma banda de treta, com gostos estúpidos (gosto por vampiros é um exemplo), com fãs que ainda estão na idade do armário e com umas tendências duvidosas (quererem um rapaz para ficar com ele para sempre), mas apesar disto tudo têm estilo, dizem as fãs, o que também para mim é errado pois se eu saísse vestido da forma que o Bill ou o Tom se vestem, certamente que era tratado com uns nomes carinhosos, tipo gay ou azeiteiro, respectivamente.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

1500 visitas!!!

Parabéns!!! Você é o visitante 1500!!! Ganhou!!! Clique no título e você ganha o prémio.
Bem, o Bazar Chinês chegou às 1500 visitas, por essa razão, vou dar-vos um prémio.
-Qual? Qual? - dizem os leitores em delírio.
O prémio é poderem desfrutar de mais um produto no estaminé, mas desta vez com uma qualidade ainda pior do que o normal.
Está claro que isto é uma brincadeira mas este tipo de publicidades existe em enormíssima abundância pela Internet, mas também é verdade que, para estes existirem por aí, é sinal que as pessoas clicam nessas publicidades e claro, ficam extremamente desiludidas pois o único prémio que recebem por isso é um lindo e maravilhoso vírus. É também curioso o facto de essas publicidades conterem sempre um número de visitantes enormíssimo. Como o Bazar Chinês gosta de ser diferente apenas são apresentados 1500 visitantes, no entanto é melhor porque em vez de vos "oferecer" um lindo vírus, oferecemos um esplendoroso post.


domingo, 28 de março de 2010

Eh Pá, desculpes!

Olá Mundo, desde já peço imensas desculpas por não actualizar o Bazar Chinês assiduamente mas sabem a internet em minha casa não tem funcionado. Um destes dias, num dia chuvoso e num dia em que o Sol estava totalmente encoberto, um trovão atacou a minha localidade e especialmente a minha casa. Nessa mesma altura esqueci-me de retirar a fixa do computador onde está ligado o meu router, devido a isso, a internet deixou de funcionar e por isso a minha vinda ao blog tem sido dificultada, como vocês têm reparado, só tem havido um post por semana, mais ou menos.
Agora é a parte que vocês dizem, “Oh pá, essa foi uma desculpa mesmo foleira, para a próxima arranja uma desculpa melhor!”.
Agora, quero também pedir desculpas pela qualidade dos produtos exibidos no meu estaminé. Sabem, estamos em crise porque com isto da inflação os produtos aumentaram os preços e, por isso, os nossos fornecedores aumentaram as margens de lucro e para eu manter o preço de venda (que para vocês é nada), mantendo também a minha margem de lucro, tive de reduzir ainda mais a qualidade dos meus produtos.
Gostaram das minhas desculpas? Bem, isto é mais ou menos o retrato da nossa sociedade. Sempre que um tuga falha a qualquer coisa que estava marcada tem sempre a necessidade de inventar uma “boa” desculpa para tentar remediar a situação mas esquece-se que a generalidade das pessoas não são tapadinhas de todo e apercebem-se que estamos a inventar uma desculpa, por isso, talvez seja melhor ser sinceros e não utilizar aquilo que chamamos de “desculpas esfarrapadas”.

sábado, 20 de março de 2010

A assembleia virou novamente circo

Há muito que todos nós sabemos que a Assembleia da República portuguesa nos proporciona momentos hilariantes, momentos esses que são sobejamente conhecido, desde os corninhos do Manuel Pinho até à frase do deputado Pita Ameixa,"eu sei que dói senhor deputado, mas ponha manteiga!" Por variadíssimas vezes este local deixa de ser um sítio para traçar o rumo de Portugal para se tornar um autêntico Circo! Sexta-feira não foi excepção e desta vez temos dois protagonistas, o senhor João Torcado, secretário de estado da educação, e o deputado José Lello. Este é o vídeo que vos mostra o famoso episódio.
video
Depois de verem esta maravilhosa cena quero que observem a forma displicente com que o secretário de estado se dirige à plateia como quem "caros badamecos que estão a fazer de conta que estão a trabalhar" e depois reparem que este senhor não sabe o que fazer às mãos e já para não falar do senhor que está ao lado do secretário de estado a dizer-lhe a forma de como se tem de dirigir, quase que como um ponto no teatro. Podem dizer que são burocracias mas para mim é boa educação e respeito, e este senhor para secretário de estado da educação não tem educação nenhuma, é um formalismo que representa respeito, coisa que não consta no perfil deste senhor.
Quanto ao segundo caso é de referir que este deputado tem toda a razão e mais alguma. Querem ver que ele agora já não pode estar no MSN a "meter" treta com as miúdas e a actualizar o seu perfil no Facebook? Este país é uma vergonha, agora nem isso podem fazer? Já não podem usar o computador livremente sem que haja fotógrafos a vê-los? Caro José Lello, o senhor quer ver o quê? O computador é para trabalhar e não para andar a ver conteúdos ilícitos.
Para finalizar quero transmitir todo o meu apoio a estes dois indivíduos e no caso do senhor José Lello queria dizer-lhe uma coisa, cuidado ao fechar o ecrã do computador pois pode ocorrer algum imprevisto, é que esses computadores são do estado!

sexta-feira, 12 de março de 2010

E "Puuuuft!", um novo post!

Um dos recursos estilísticos que sempre achei engraçado na língua portuguesa são as onomatopeias. Estas figuras de estilo têm como intuito imitar sons através de palavras, desta forma podem reproduzir o som de animais e até acções que podemos ter. O engraçado de tudo isto é que nós utilizá-mo-los muito mais do que nós imaginamos. No nosso quotidiano, as onomatopeias estão presentes em variadíssimas situações e variadíssimas vezes. Passando a exemplos...
«Olha Zé, ontem estava eu de carro e de repente passa por mim uma mota assim, "Vrummmmm!", tipo mesmo rápido, e de um momento para o outro chega a um cruzamento e vem outro carro e este teve de travar muito rápido, "Screeech!", e como foi muito em cima acabaram por bater com muita força, "Traummm!"».
Ou mesmo...
«Estava eu na cozinha quando, repentinamente, a campainha de casa tocou, "Trimmm!", e eu fui atender muito rápido e depois tropecei na carpete e cai, "Tauuu!"».
É fantástico presenciar estas situações porque estes recursos parecem um vício, quando começam a usá-los numa situação nunca mais param. Talvez nunca tenham reparado neste uso exagerado das onomatopeias mas se repararem vão perceber que é extremamente cómico.
Para terminar, vou deixar-vos com muitos abraços para os meninos e muitos "muahhhhs!" para as meninas e cuidados com as carpetes para não embaterem com superfícies bastante duras e não fazerem "Tauuuu!"

segunda-feira, 8 de março de 2010

Andaram as nossas avós a trabalhar para isto?

Mais uma vez trago ao Bazar Chinês um guest post. Desta vez convidei a Sara. Agradeço desde já este texto e espero que gostem.

Nós, mulheres emancipadas, líderes de partidos, chefes de países, gestoras de multinacionais importantes, escritoras conseituadas, cientístas reconhecidas, investigadoras irrepreensíveis, e até camionistas exemplares, hoje comemoramos o Dia Internacional da Mulher.
Grande honra, diria. Já estamos a par do Dia do Turista, ou então do Dia do Índio. Dias estes que rapidamente caiem em esquecimento. Afinal quem se quer associar a isto e fazer parte de um dia no ano, no meio de outros 364, onde, segundo o ponto de vista que estes dias apresentam, somos recordadas!
Bem, neste Dias de qualquer coisa, como o da árvore, juntam-se meia dúzia de gatos pingados, plantam uma árvorezinha, num local que esperam ser soalheiro, visitam-na duas vezes nos dois dias seguintes e depois, esquecem-se delas.
Nós, fazemos o mesmo, mas de uma forma mais evoluída, não chegamos a visitar-nos nos dois dias seguintes. Mas lá fazemos a festinha.
Não me apresento como uma feminista exacerbada, e estas festinhas até me parecem uma óptima ideia, por causa dos maridos retrogadas que vivem em muitos lares. E desta forma consegue-se um pouco de liberdade, que há-de saber a pouco.
Quanto aos motivos da criação do Dia Internacional da Mulher, não digo que sejam dignos de desprezo, recuso-me. No entanto, perecem-me demasiado importantes para apenas serem enaltecidos, no dia 8 de Março.
Bem, finalizando, ninguém precisa de um dia para ser enobrecido, se o for constantemente!

sábado, 6 de março de 2010

Farmville, a sensação - Parte 2

A loucura em redor deste jogo continua e com ele a estupidez.
No Facebook existe um petição com cerca de 17 mil e 250 assinantes. Esta petição tem como objectivo poder plantar Cannabis no Farmville.
Eu sei que neste momento tudo é razão para uma petição mas esta causa não é uma qualquer, é para a produção do grande Cannabis. Segundo os fundadores desta petição, esta planta deve estar no Farmville tal como todas as outras e deve dar bastante dinheiro e experiência para quem as cultiva.
Neste momento esta causa necessita de mais 10mil 720 assinaturas para ser aprovada e para ser instaurada a plantação de estupefacientes num jogo de produção agrícola. Sinceramente espero que estas pessoas que faltam apareçam para assinar e seguidamente queria congratular os senhores Hugo Moreira e Nélio Filipe Pedrosa porque assim já podemos saciar os nossos vícios virtualmente.
Depois desta ironia toda queria dizer uma coisa, ou são estas pessoas que não têm mais do que fazer ou o mundo está definitivamente perdido.
Mas se não consegues vencê-los, junta-te a eles! Vamos todos votar nesta "grande" causa!

sábado, 27 de fevereiro de 2010

5 para a meia noite

Hoje venho aqui para vos mostrar que nem tudo na televisão portuguesa é mau, o programa de que vos venho falar chama-se 5 para a meia noite transmitido pela RTP2.
Este talk-show vai já na sua segunda série e tem tido bastante sucesso no panorama televisivo português, segundo fontes este programa tem uma audiência média de 150 mil espectadores por dia. Este é protagonizado por 5 apresentadores, um em cada dia, de segunda a sexta. O 5 para a meia noite tem uma grande interactividade com a internet, as redes sociais estão associadas ao programa e têm muitos seguidores nestas.
Apesar de todas estas coisinhas lindas, o engraçado é que este programa tem a duração de uma hora e é transmitido geralmente às 00:20 h o que faz com que este tenha menos visibilidade, é chato perceber que um dos bons programas televisivos portugueses apenas seja transmitido a estas horas porque se fosse mais cedo talvez a sua audiência fosse engolida pelas novelas dos outros canais de televisão. Aceito que digam que as horas a que é transmitido são boas pois assim têm mais liberdade no que dizem no entanto, tem menos pessoas a ver porque digamos que não são grandes horas para se deitarem pessoas que no dia seguinte acordam cedo para trabalhar, mas as novelas metem medo. De qualquer das maneiras fica a minha sugestão e fico à espera que este talk-show dure, pois a televisão portuguesa necessita de programas diferentes e com qualidade.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Porra bebé!

Se há coisa que sempre achei engraçada são os nomes carinhosos que são utilizados nos casais amorosos. Há nomes para todos os gostos e feitios, desde amorzinho ou amor, linda, love, bebé, fofinha, xuxu, querida, entre outros.
Acreditem que estes nomes podem vir a ser mesmo cómicos, neste momento vocês perguntam porquê, e eu respondo, nos casais cria-se o hábito de se tratarem dessa forma, e ai chegamos à parte engraçada, quando os casais se chateam e começam com as discussões continuam a tratar-se dessa forma e é uma situação extremamente engraçada e incongruente.
Num destes dias presenciei uma situação no mínimo periclitante, estava um casal, suponho eu casados, num supermercado, nesse momento vai o homem ter com a sua esposa e dá-lhe a maionese, nesse momento a mulher diz "mas oh bebé, eu disse que queria ketchup e não maionese! Porra bebé, nunca ouves o que digo! Assim não dá!". Para vos ser sincero adorei este episódio, estas pessoas ficaram com um tal hábito de se tratarem assim que mesmo quando chateados continuaram a tratar-se de uma forma carinhosa, no entanto isto não tem lógica nenhuma. E vocês perguntam, então o que faço? Como a vou tratar? Fácil. E que tal escolherem nomes que possam ser usados para as duas situações? Tratavam-se com nomes que tivessem nexo quando estavam bem ou chateados. Por vezes até é difícil arranjar desses nomes mas com um bocado de imaginação tudo se consegue. Querem sugestões? Que tal rabeta ou caramelo? Por exemplo, "oh meu caramelo, és lindo!" ou "porra caramelo, não posso mais isto!". Com estes nomes já conseguem evitar situações estúpidas tais como a que referi anteriormente.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Fernando Nobre, o nosso Obama?

Pela primeira vez no Bazar Chinês vai ser publicado um post que não é redigido por mim, desta vez convidei um amigo para escrever um texto e este aceitou. Neste momento quero então agradecer ao César por este muito bom post. Aqui vai.
No espantoso mundo futebolístico, o dia após a final de uma grande competição serve para tirar ilações? Nem pensar! Pensa-se logo na próxima competição. Na política passa-se exactamente a mesma coisa, ou quase, pois na semana seguinte a uma eleição temos os gurus da politologia a mandar os seus bitaites, como quem está no tasco a discutir o papel árbito na partida entre o Vila-Rabonense e Figueirós FC.
Face Oculta, escutas, BPN, TVI, desemprego, recessão económica, robalos, polvos é tudo muitíssimo urgente e importante, mas as eleições são daqui a ano e meio! É uma gamela em Belém que não pode ser desperdiçada. Há que preparar desde já a propaganda, os escândalos a plantar nos jornais, as inscrições nos partidos. E ninguém se quer atrasar. Mais ou menos explicitamente, nesta pré-pré-campanha já temos quase tantos candidatos, como lideres teve o PSD nos últimos tempos.
Esta até poderia ser mais uma vulgar eleição presidencial, em que os avozinhos da política buscariam a sua quarta reforma pelo escrupuloso cumprimento dos seus deveres cívicos. Mas eis que me surpreendo. Desta vez temos um candidato que não busca apenas a reforma, ambiciona, imagine-se só, marcar a diferença, defender os mais desfavorecidos, combater as hipocrisia e corrupção e eliminar os interesses corporativos.
Serei eu, será Deus este Nobre senhor? Realmente o senhor é mesmo nobre, Fernando Nobre para ser mais preciso. Mais conhecido como fundador da AMI, este Homem é muito mais do que isso. Correu meio mundo em auxílio dos mais desfavorecidos e permaneceu sempre fiel aos seus ideais e valores. Apesar de desligado da vida política, não raras vezes participou civicamente na defesa dos direitos dos outros para uma socieade melhor.
Até custa a acreditar que este senhor queira associar o seu nome ao lodaçal que é a política portuguesa, mas agradeço-lhe a coragem e espero sinceramente que consiga trazer alguma seriedade e limpe belém, e s.bento já agora, de toda incompentência e falta de carácter.
Um pouco de populismo obámico agora : Sim nós conseguimos um Portugal melhor !


quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

És conhecido e não tens muitos seguidores no facebook ou twitter?

Como é de vosso conhecimento, estamos numa fase onde as redes sociais estão na moda. Estas redes servem para criar relações entre pessoas mediadas por um computador, lá também podem colocar fotos, comentar ou ser fãs/seguidores de outras pessoas. Neste momento todos os famosos têm clube de fãs e chegam a ter números exorbitantes, por exemplo, a finalista vencida do concurso Ídolos tem aproximadamente 98 mil fãs.
Custa-me perceber que as pessoas gostam de publicar as suas fotos para que todas as pessoas possam ver, se calhar estas pessoas nunca ouviram falar em privacidade, e se vocês pensam que são poucas as pessoas que frequentam as redes sociais enganam-se, só no facebook existem 400 milhões de utilizadores. Se há coisa que gosto e sempre tentei preservar é a minha privacidade, não gosto que andem a ver as minhas fotografias e comentá-las, sendo que na maioria das vezes não são sinceras, no entanto é engraçado ver que as pessoas gostam destes comentários, mesmo sabendo que até podem nem ser verdadeiros.
Quanto aos clubes de fãs é curioso perceber que as pessoas se vangloriam pelo simples facto de outras carregarem num botão onde diz «torna-te fã». Será que todos os fãs são realmente fãs? Será que a quantidade é sinónimo de qualidade do famoso que é seguido? Claro que não, apenas porque existe publicidade e/ou porque tem uma carinha bonita, apesar de por vezes até ser pela qualidade.
Devido a isto, não vamos tirar ilações erradas só pelo simples facto de ter muitos seguidores ou não, o bazar chinês é um grande blog e tem poucos seguidores, por isso está bem provado que a quantidade não significa nada.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Dia de São Valentim nos dias de hoje

Tens namorada? Ainda não compraste prenda para o teu par? Não te esqueças que hoje é dia de São Valentim.
Há muito que se diz que o natal já não tem o mesmo significado e que agora é muito consumista, no entanto há um dia que consegue superar o natal, o dia dos namorados. Tudo bem que no Natal são ofertados muitos presentes mas algum do significado primitivo ainda se mantêm, ao contrário deste dia 14 de Fevereiro, um dia sem nexo nenhum a não ser um pretexto para gastar dinheiro, um autêntico insulto ao sentimento. Na minha opinião, este dia é completamente estapafúrdio, porque é que eu neste dia tenho de oferecer algo ao meu par?
Neste dia os restaurantes enchem, os cinemas enchem, as floristas ficam sem flores, as lojas fazem edições especiais, e tudo isto porquê? Ah e tal, é dia de São Valentim.
Algum de vocês sabe a origem deste dia? Certamente que quase ninguém sabe e se houver esse número é diminuto. Isto é o que me intriga, ninguém sabe o porquê de se festejar este dia, apenas sabem que é para dar prendas, apesar disso existe um explicação. Andei a informar-me e a origem deste dia vem de um bispo chamado Valentim que continuava a casar as pessoas apesar de ser proibido segundo ordens do imperador Cláudio II porque ele achava que os homens solteiros eram melhores combatentes. Mais tarde este bispo foi descoberto e foi assassinado. A partir daí começou-se a festejar esse dia mas quase ninguém sabe a origem.
Depois de ter explicado o porquê deste dia, espero que vocês fujam à normalidade do consumismo e tentem combatê-lo.

Dia de São Valentim nos dias de hoje

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Ikêá, ikeia ou aikeia?

Eis uma das maiores lojas e com mais sucesso na Europa, o IKEA.
Existem muitas coisas que me indignam com esta loja. Uma delas é desde logo o nome, algum de vocês sabe pronunciá-lo? Já ouvi no mínimo umas três formas diferentes (ikêá, ikeia e aikeia)e duas delas até foram naquelas publicidades televisivas.
O IKEA desde que chegou a Portugal intrigou-me porque para além de não saber o nome dele, nunca percebi o que é que eles vendiam, móveis ou puzzles? Para móveis são baratos mas para puzzles são caros. Para além disso, são "joguinhos" que dão trabalho, podem chegar a durar uma tarde ou mesmo um dia para completá-los.
Neste exacto momento, existe uma loja em Matosinhos, Alfragide e está a ser construída uma outra em Loures. Eu apenas conheço a loja em Matosinhos e digo-vos uma coisa, as duas vezes que lá fui detestei literalmente. Até me podem dizer que não sou muito apologista do mundo das decorações mas só o facto de se só quiser comprar um pequeno produto ter de correr a loja toda, decorar a referência e o lugar onde está exposto e depois ir ao armazém procurá-lo, já nem posso com a loja mas pior pior é que até só para sair desta, já me chateia, tenho de dar a volta a tudo, armazém e a parte de exposição. Eu sei que isto se chama Marketing mas não será demasiado? Não terá o resultado contrário, nem entrar?
Será que o preço dos móveis e materiais é assim tão barato que compensa este trabalho e chatices todas adicionais? Duvido, a não ser que gostem de "pequenos" quebras cabeças a montar o móvel.


Aqui fica a parte que mais me marca do catálogo de 2008.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Manipulação e Sensacionalismo - Parte 2

Na nossa sociedade sempre existiram e sempre existirão indivíduos que agridem repetidamente outros, quer psicologica quer fisicamente, a tudo isto chamamos bullying. Este facto é inevitável e ao qual não podemos negar.
Actualmente, esta situação tem-se tornado muito mediática e os media têm tido um papel importantíssimo para o conhecimento deste no senso comum. Este é o papel da comunicação social, informar os cidadãos das questões e das notícias do quotidiano. No entanto, tal como referi no post Manipulação e Sensacionalismo, os media conseguiram deturpar este conceito, neste momento qualquer brincadeira pode ser considerada como bullying.
Um destes dias vi, na escola de um dos meus filhos, um miúdo a dar um pontapé no rabo a uma colega dele. Apercebi-me, desde logo, que se algumas pessoas tivessem visto este caso seria logo apelidado de bullying. Caso isso acontecesse, a miúda seria logo chamada ao conselho directivo da escola e seria acompanhada por uma psicóloga, para poder ultrapassar a gravíssima agressão que sofreu.
Caros leitores, existe algo mais saudável que um pequeno pontapé no rabo de um colega? Será preciso este alarmismo todo? É óbvio que alguns casos são perigosos e é verdade que existem, mas neste momento tudo é bullying, até uma simples brincadeira verbal ou física. Antigamente, esta palavra não era conhecida e as pessoas eram felizes. Actualmente, os jovens sofrem muitas agressões que podem criar graves sequelas na vida deles, sendo então necessário o acompanhamento de psicólogos. Na altura não existiria esta violência? Claro que havia, a única diferença é que na altura não haviam os media para popularizar e ridicularizar esta situação.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

A procura desmedida do protagonismo

Depois da maior transferência de sempre no Futebol ser de um português, depois de o mais recente rosto, ou corpo, da nova colecção de roupa interior Armani ser português, depois do cão do Presidente dos Estados Unidos da América também ser português, depois de uns dos primeiros homens do mundo a atingir os maiores cumes do mundo ser português, o novo recordista mundial em escrita de SMS é também PORTUGUÊS!!!
Na passada quinzena, penso eu, uma marca de telemóveis organizou um evento cujo objectivo era ver quem era o mais rápido do mundo a escrever mensagens no telemóvel. O concurso consistia em escrever uma SMS de 264 caracteres o mais rápido possível. O vencedor, Pedro Matias, completou a prova em 1 minuto e 59 segundos, retirando assim 23 segundos ao anterior recorde mundial.
Segundo as próprias palavras do vencedor, este treinou durante algum tempo e dedicou-se à escrita de mensagens no telemóvel, podendo assim concretizar o seu objectivo, entrar no livro do Guinness World Records.
Acho mesmo engraçado ver que esta notícia teve destaque no panorama nacional porque é curioso ver esta corrida pela fama, sendo que esta é estúpida pois deve-se a um feito ridículo.
Andei a pesquisar e encontrei no site do Guinness World Records que "jamais pagamos qualquer quantia aos recordistas por seus feitos". Pergunto, porque será que estas pessoas querem este tipo de recordes? Eu sei que não se devem fazer as coisas pelo prémio mas sim pelo acto em si, mas será que ser o homem que escreve mensagens de telemóvel mais rápido no mundo terá uma satisfação especial por isso? Será que é pelo protagonismo que lhe dão posteriormente? Não será uma fama estúpida? Será que também é isso que os media nos querem impingir? Espero bem que não seja assim e apenas seja para receber um certificado da instituição em questão, se bem que acho estúpido.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Isto é que é qualidade informativa

Ontem, estava eu a ver o telejornal quando, subitamente, dão destaque a uma notícia curiosa, segundo eles os casais depois do casamento engordam.
Andei a pensar desde então e cheguei a uma conclusão, esta notícia é completamente ridícula!
Esta constatação, se é assim que lhe posso chamar, é muito fácil de ser explicada. No momento em que vi a notícia estavam os "entendidos" da matéria a apresentar as razões para tal facto, disseram que esse aumento de massa gorda dava-se, geralmente 3 anos depois do casamento e que podia dever-se à gravidez (no caso das mulheres), à falta de desporto e até devido à actividade sexual.
Como é óbvio, as pessoas vão envelhecendo e é normal com isso ir engordando, é uma coisa totalmente natural e o facto de a actividade sexual reduzir é uma coisa completamente normal, as pessoas envelhecem e, geralmente depois do casamento, os casais têm os seus filhos, o que vem reduzir o consumo de mousse porque não há tanta disponibilidade para isso.
Estas constatações fazem-me lembrar aquelas estatísticas futebolísticas do género, "Portugal nunca venceu a Arábia Saudita em jogos oficiais", pois está claro, se calhar a selecção nunca antes tinha jogado com os árabes e se tinha até foi em 1960. Isto interessa a quem? Isto tudo para que as pessoas que engordaram tenham explicação? Por favor...
Fica o conselho, não se casem e tenham a vida normal a ver se isto já não acontece.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Os Diminutivozinhos

A nossa linguagem acompanha-nos, e desde sempre, esta vai evoluindo devido ao Homem pois a linguagem somos nós mesmos.
Os diminutivos podem ter imensos significados, na generalidade dos casos querem diminuir o tamanho do objecto a que nos referimos mas, por vezes, podem querer transmitir uma ironia.
A verdade é que tuga que é tuga usa diminutivos. Estes são usados em nomes comuns, objectos e também em sensações. E aqui entramos nas contradições, nenhum de vocês tem um amigo ou conhecido cujo nome seja do tipo de "Toninho" e até tenha 1.80 metros? Porque será que ele é o "Toninho" se até é maior que a pessoa que o chama? Apesar de achar estúpido até compreendo, foram sempre chamados assim até que se habituaram ao nome, mesmo que não tenha sentido nenhum.
Mas engraçado até nem é isto. Curioso curioso é nos restaurantes e talhos.
Nos restaurantes, apercebi-me de uma situação mesmo caricata, sempre que peço a conta ele pergunta-me "é a continha?", primeiramente pensei que era uma coincidência e que tal não ia acontecer mais, mas o engraçado é que este facto continuou a acontecer, salvo raríssimas excepções, e mais engraçado ainda é que, por vezes, a conta até era bastante elevada.
Como é hábito da maioria das pessoas, dirijo-me regularmente aos talhos, aí é curioso perguntar ao talhante o que é que ele tem lá e as respostas geralmente são "Tenho tirinhas de porco, lombinho, franguinho, umas espetadinhas e uns panadinhos". Porque será que o diminutivo está assim tão presente nestes estabelecimentos? Será que fazem parte da linguagem técnica?
Fica a sugestão, testem o que disse e vejam se não tenho razão.

domingo, 24 de janeiro de 2010

A Loucura dos Vampiros - parte 2

A loucura dos Vampiros chegou à Televisão, depois dos livros e filmes dois dos Canais portugueses não pagos produziram duas séries onde está na base a vida dos Vampiros.
Depois do sucesso do Crepúsculo, Lua Nova, entre outros, a TVI e a SIC fizeram duas séries que vêm revolucionar a ficção nacional. Estas séries são o Destino Imortal e a Lua Vermelha, respectivamente, sendo que estreou hoje a série da TVI.
Tal como tinha referido no post A Loucura dos Vampiros, está mesmo na moda falar destes seres. Para além de serem misteriosos e terem uns hábitos diferentes, os Vampiros são românticos e relacionam-se a nível amoroso com o ser humano.
Eu sei que isto é uma moda e que daqui a pouco tudo passará e aí as pessoas vão aperceber-se da estupidez destas séries, porém já começo a ficar cansado de ver tanta publicidade a estes programas e dar-lhes um destaque deste tamanho.
Infelizmente começo a aperceber-me que estas séries aparecem porque o público quer, devido a isso pergunto, serei o único neste Mundo que não gosta destes programas? Espero bem que não, pois será sinal que o bom gosto também está em crise.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Manipulação e Sensacionalismo

Desde da sua aparição que a Gripe A teve grande destaque, tornando-se extremamente célebre. Esta gripe seria uma das maiores pandemias da história mundial, iria atingir milhões de pessoas, durante semanas a fio os media só falavam dela, muitos estabelecimentos públicos corriam risco de fechar, sendo mais perigosa que a gripe sazonal. Os estados correram atrás das vacinas, comprando-se milhões destas.
E o que será que acontece 3 ou 4 meses mais tarde?
Esse tempo passou e, subitamente, a doença desapareceu totalmente, nunca mais se ouviu falar em Gripe A. Alemanha, França, Holanda, entre outros, estão a tentar vender as vacinas pois não deram uso a grande parte delas.
Dizia-se que iriam morrer cerca de 13 mil pessoas em Portugal e até agora apenas morreram 92, salvo erro. Sabiam que no Inverno de 2008 morreram aproximadamente mais 1920 pessoas do que o normal? Certamente que não... Os meios de comunicação social não mediatizaram estes dados.
É fascinante pensar e perceber, depois de isto tudo, que a sociedade é de tal forma influenciada e persuadida pela comunicação social que eles chegam ao ponto de nos fazer acreditar em qualquer tipo de peta ou mesmo parecer que uma coisa não tem importância quando esta é mais perigosa do que a que é falada.
A tudo isto se chama Manipulação e Sensacionalismo.


Este cartoon é um bom retrato dessa manipulação

domingo, 17 de janeiro de 2010

Resultados da Sondagem

E acabou!
Depois de uma semana agitadíssima no bazar chinês, a sondagem findou. A adesão às urnas foi enormíssima e a abstenção foi a menor de todos os tempos, atingindo apenas os 2,8%, tornando-se um recorde, ou não e isto é tudo mentira!
A votação foi no mínimo surpreendente pois os resultados foram extremamente renhidos, tendo ganho a opção "Sim mas sendo apenas união civil". Houve 27 votos apurados, sendo que estes foram distribuídos da seguinte forma:

10 Sim
9 Não
11 Sim mas sendo apenas união civil

Depois desta eleição apercebi-me que quem ganhou seguiu a ideia proposta pelo PSD e que, neste caso particular, eu partilho totalmente.
Portanto, espero estes resultados sejam um reflexo da sociedade e que Cavaco vete esta proposta. Caso seja aceite, espero que o povo decida da melhor forma e que a ideia da adopção por parte dos casais homossexuais não vá avante.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Compra-se originalidade

Originalidade...
Eis uma das características que consta na personalidade de um bom blogger, e tal não o sou. A originalidade não abunda no meu ser e neste momento tenho ultrapassado uma fase crítica, onde esta característica está em crise. Quando isto acontece, uma outra qualidade tem de aparecer, a capacidade de engonhar. Para isso, vou falar-vos do tempo e de todos os temas que são abordados quando nos encontramos pela primeira vez com uma miúda e ficamos sem assunto, por exemplo.
Nestes últimos dias temos tido uma vaga de frio, em muitas partes do país nevou e os termómetros baixaram em vários locais para temperaturas negativas, tudo isto devido a um anticiclone polar móvel, tal como todos as outras vagas de frio.
Para além disto não há mais nada de interessante excepto o maravilhoso blog bazar chinês que marca a diferença e tem uma sondagem sobre o tema do momento, visto que não foi feito o referendo querido por muitos deputados da Assembleia Portuguesa, ficando por salientar que ainda restam 3 dias para votar.
Inicialmente tinha referido que uma das minhas virtudes era a capacidade de engonhar mas visto que este post está uma treta posso afirmar que afinal esta capacidade também não consta da minha personalidade tornando-me assim, um blogger da treta.

domingo, 10 de janeiro de 2010

Quando a esmola é grande nem sempre o povo desconfia...

Esta hoje muito sossegado quando ouvi um bip reproduzido pelo meu telemóvel. Pensei que fosse um amigo meu mas não, era uma mensagem enviada pelo meu miúdo mais novo. A mensagem era no seu todo curiosa, vou passar a mostrar-vos
"Envia esta sms a 10 pessoas (93 ou tag) e depois marca *555* e receberás 15€ no teu telemóvel! Para mais informações liga 1693 ou vai a www.optimus.pt"

Logo que vi esta mensagem pensei, será que a optimus oferece mesmo isto? Reflecti bastante e percebi logo que não. A seguir pensei se alguém envia estas mensagens crente que lhe vai ser creditado esses 15€. Depois de nova reflexão apercebi-me que talvez exista e que não deve ser pouca gente que o faça. Por último, pensei se existia gente que envia este género de mensagens só para azucrinar a cabeça de uma pessoa. É óbvio que reflecti outra vez e novamente conclui que certamente existem pessoas que o farão.
Apesar de existirem essas pessoas que enviam esse tipo de mensagens só para chatear uma pessoas, será que são elas que criam essas mensagens? Claro que não porque dá trabalho.
Resumindo, quem cria este tipo de mensagens são as operadoras de telemóveis que criam essas sms e depois põem a correr por toda a gente, sendo que existe gente que gasta dinheiro inocentemente e estando a ser enganada.
Para concluir, esta é uma forma de ganhar dinheiro facilmente usufruindo da inocência das pessoas, uma velha forma de marketing.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

O Casamento Homossexual

Hoje é um grande dia para muitos, o casamento homossexual foi autorizado no parlamento faltando apenas a aprovação de Aníbal Cavaco Silva para seja instaurado.
Para muitos esta é uma medida que vai abrir os horizontes a muitos e vai trazer a igualdade a todos os cidadãos portugueses. Já sei que esta é a opinião de alguns e também sei que existem aqueles em que esta é uma medida que não lhes faz diferença e também que para alguns é uma medida estupidamente errada.
Os comportamentos homossexuais já há muito que existem e são também um comportamento existente em cerca de 10% dos seres vivos, apesar disso são uma minoria tendo em vista a heterossexualidade.
Muitas pessoas também falam que são a favor do casamento homossexual, apesar disso na sua vida quotidiana têm atitudes incongruentes tendo em conta a sua aceitação a estes casamentos porque logo a seguir apanham um rapaz com umas manias diferentes e chamam-lhe logo de homossexual, comicamente denominados de "GLS" (Gay, Lésbica ou simpatizante), ou "Paneleiro".
Eu admito que os homossexuais se possam unir, no entanto tenho que admitir que sendo-lhes dada a oportunidade para se casarem eles têm toda a legitimidade de reivindicar a adopção de crianças (tal como já acontece), mas isto, para mim, está completamente errado, os casais homossexuais não deviam poder adoptar filhos pois estes iriam estar a crescer num meio anormal, tendo em conto o que referi no inicio do post, para além disso estas crianças iriam ser descriminadas pela sociedade e também não são elas que escolhem os seus pais.
Contudo isto continuo a achar que os casais homossexuais têm os seus direitos e até concordo que se possam unir e possam usufruir das vantagens de um casal mas não segundo um casamento, pois já sabem as consequências futuras.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Quando iniciou o milénio?

Como vocês sabem, eu sou um cidadão muito culto e extremamente informado, para isso leio bastante e vejo algumas vezes o telejornal. Numa dessas situações ouvi uma notícia bastante curiosa e que ao mesmo tempo estúpida. Nessa notícia constava que surgiu uma dúvida, "quando iniciou o milénio?". Algumas pessoas diziam que foi no dia 1 de Janeiro de 2000 e outras pessoas diziam que foi no dia 1 de Janeiro de 2001.
Na minha opinião, esta os milénios devem ser contados tais como os séculos, neste caso só em 2001, mas pergunto-me agora, porque é que este tema veio à baila num telejornal no início de 2010? Apesar de se saber que até é curioso saber isso, será que é interessante saber que na passagem de ano em 1999 para 2000 nos enganamos e afinal não mudamos de milénio? Claro que não, neste momento ninguém quer saber isso.
Já sabia que a informação em Portugal era foleira mas também não era preciso tanto. Por favor, aproveitem o tempo que têm e não o passem a ver notícias que já não interessam a ninguém neste momento.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Pela Verdade Desportiva!

Aquilo que vos venho falar hoje é um assunto que movimenta milhões, um tema muito actual e controverso, é nada mais nada menos que a petição pela verdade desportiva. Este petição foi fundada pelo excelentíssimo comentador desportivo, o prodígio dos comentários futebolísticos, Rui Santos, tendo como objectivo a introdução da tecnologia no desporto rei português.
Rui Santos tem um programa na SIC notícias denominado de Tempo Extra. Esta petição teve desde cedo muitíssima adesão por parte dos adeptos do desporto em questão, atingindo até este momento cerca de 18846 assinaturas. Mas esta não foi suficiente e por isso foi criada uma nova petição cujo o objectivo é ser discutido na assembleia portuguesa, esta teve também uma grande adesão tendo neste momento aproximadamente 7104 assinantes, tendo a assinatura do nosso Presidente da República incluindo um comentário, explicando que "O futebol movimenta, hoje em dia, milhares de pessoas e há muito que o seu impacto ultrapassou as linhas do relvado, tornando-se num desporto cada vez mais importante como divertimento de muitos e também como gerador de negócio. É por essa razão que me associo ao Movimento Pela Verdade Desportiva. A utilização das novas tecnologias no futebol permitirá centrar as atenções na actuação dos jogadores e no espectáculo do jogo dentro das quatro linhas, deixando de lado dúvidas que em nada beneficiam a dignidade do desporto."
Mas onde é que isto chegou? Portugal até está numa situação extremamente favorável economicamente que nem precisamos de perder tempo com medidas importantes, temos sim que disponibilizar tecnologia no futebol. Isto sim é que é importante. Já para não dizer que o senhor Rui Santos conseguir o que quer fica a fazer o quê visto que já não há casos no futebol para ele discutir?
Pensem duas vezes antes de terem ideias deste estilo.

domingo, 3 de janeiro de 2010

Maravilhoso...

E cá estamos em 2010, o novo ano chegou e já deu para perceber que a estupidez continua. Aliás, estávamos nós a deixar o ano de 2009 e a televisão portuguesa não podia acabar de melhor forma, cada um dos três principais canais conseguiu ter uma programação brilhante, sobretudo na hora de transição, na TVI foi transmitido "uma canção para ti", na SIC houve um especial dos "ídolos" e na RTP houve mais um "dança comigo no gelo". Maravilhoso...
Digo-vos que estes programas são autênticas pérolas pois durante estes podem ser visualizadas autênticas pérolas, que podem ficar para a história da televisão, desde pessoas que não sabem patinar no gelo até pessoas a fazer-se de cantores. Novamente maravilhoso...
Apesar de estes programas terem sido uma estupidez pegada fiquei admirado quando soube que milhões de pessoas viram estes programas televisivos. Andei a investigar e segundo consta cerca de 1 milhão e 20 mil pessoas escolheram a TVI. Como é possível tantas pessoas estarem a ver este canal num dia destes? Mais uma vez maravilhoso...
A passagem de ano é uma altura para nos divertirmos com a nossa família e com os amigos, se assim é porque é que vamos ver programas ridículos como os que deram durante a transição entre 2009 e 2010. Sei que me podem dizer que é para ter uma contagem decrescente mais pontual, até aí tudo bem mas não é necessário assistir ao programa, existem relógios e um pouco antes da hora ligávamos a televisão, mas tal não aconteceu.
Fiquei estupefacto quando soube estes resultados mas pronto, continuo na esperança que para a próxima será melhor e por isso espero que para o ano seja diferente e não dêem tais audiências a estes programas, esperando que este maravilhoso que usei durante este texto deixe de ser irónico e passe a ser verdadeiro.