quinta-feira, 5 de maio de 2011

Acho que ficas melhor fora daí!

video


“Será que fica melhor assim ou assim?” Quantas vezes já nos perguntamos sobre isto? Certamente que já foram algumas mas, quantas vezes é que já vos perguntaram, “Fico melhor assim ou assim?”, muito provavelmente que esse número será bastante menor mas não há regra sem excepção, e qual é ela? O ajudante do nosso Primeiro Ministro, o Luís. Aqui há tempos, num dia muito pouco importante para a situação do nosso país, o dia em que se tornou oficial o pedido de ajuda externa para a nossa economia, o senhor José Sócrates consegui protagonizar um grande momento pois foi apanhado a preparar-se para o seu discurso.

Qual será o nome da profissão deste Luís? Director de imagem? Chefe de Comunicação? Por acaso não faço a mínima ideia a necessidade deste funcionário mas eu sou a favor do emprego, não quero mais desempregados, já chega.

É engraçado reparar na cara angelical do ainda nosso primeiro ministro, parece que vai contar-nos uma simples história para adormecer, na verdade a mensagem que ele vai transmitir não interessa para nada, interessa sim ficar bem na fotografia. O engenheiro tem um grande mérito para um político, consegue discursar até nas situações mais complicadas, que é o caso, parecendo que vai contar uma boa notícia. Mais um exemplo disto foi a sua última declaração, no intervalo do jogo Barcelona – Real Madrid (grande timing), onde aquando da apresentação do plano de ajuda externa, porque afinal de contas parece que a necessidade do apoio da troika até foi boa, pois é bem melhor do que o que estávamos à espera. A tudo isto chama-se poder de persuasão e um grande poder oratório. O facto é que este tipo de discurso funciona para quem o está a ouvir.

Pelos vistos, na situação em que estamos não é assim tão importante o que estamos a dizer mas sim se a imagem que é transmitida é a melhor ou a pior. Talvez a função do Luís não seja assim tão desnecessária porque pelos vistos a popularidade e boa imagem de José Sócrates continua em alta.

Sem comentários:

Enviar um comentário